Previsão do Tempo
°max. °min.

Prefeitura Municipal de Dois Vizinhos

Banner DV
Publicado em

Deputado João Arruda anuncia investimentos de um milhão de reais na agricultura familiar de Dois Vizinhos

Prefeituto Raul Isotton e Deputado Federal João Arruda - Um milhão de Reais para Agricultura Familiar de Dois VizinhosDurante sua participação no programa Sete e Meia da rádio Educadora, nesta última segunda-feira (05), o Deputado Federal João Arruda (PMDB) anunciou o êxito de suas articulações junto ao Governo Federal para a inclusão de Dois Vizinhos em programa do Ministério da Agricultura em parceria com o Reino Unido e com recursos administrados pelo do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento, proporcionando R$ 1.000.000,00 em investimentos na agricultura familiar do município. Dois Vizinhos foi selecionado por ser considerado município modelo na área de agricultura familiar, principalmente pela baixa emissão de carbono nas atividades agrícolas. O programa determina investimentos em serviços ambientais em propriedades, que servirão de modelo de gestão a nível internacional. Investimentos em acompanhamento técnico, dias de campo, planos de gestão de propriedades, treinamentos para técnicos da EMATER, entre outras ações, também serão desenvolvidas. Segundo o deputado João Arruda, por ser um recurso diferenciado, com gestão e projetos do Governo Federal, muito provavelmente os investimentos poderão ser iniciados até o final do ano.

O PROGRAMA

O Ministério da Agricultura está incentivando a produção agrícola com baixa emissão de carbono. No programa, estão previstos recursos financeiros e capacitação técnica para produtores rurais de sete estados brasileiros. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) será beneficiado por uma doação de US$ 39,2 milhões do Departamento de Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais (DEFRA) do Governo do Reino Unido para investir em agricultura de baixa emissão de carbono e desmatamento evitado. De acordo com o DEFRA, “este projeto faz parte do Fundo Internacional do Clima do Reino Unido”. Os recursos, assim como a execução da cooperação, serão administrados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O projeto vai oferecer apoio financeiro não reembolsável a pequenos e médios produtores rurais de sete estados estratégicos dos biomas Amazônia (Mato Grosso, Pará e Rondônia), e mata atlântica (Bahia, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul), para incentivar a adoção de práticas de agricultura sustentável nestas regiões. O programa visa incentivar pequenos e médios produtores a implantarem projetos que utilizem tecnologias agropecuárias com baixas emissões de carbono e projetos de restauração através de incentivos financeiros e assistência técnica. Além dos recursos financeiros, haverá investimentos em atividades de capacitação, formação de capacidade e transferência de conhecimentos a fim de melhorar a capacidade técnica de produtores para adotar medidas orientadas ao uso sustentável da terra com baixas emissões de carbono, a ordenação florestal e a proteção ambiental.

 

Espera-se com estas ações diminuir quase 11 milhões de toneladas de emissões de carbono em regiões estratégicas, assim como reduzir a pobreza e vulnerabilidade da população rural das áreas compreendidas pelo programa. A cooperação será realizada em quatro anos e os recursos são não reembolsáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Topo