Previsão do Tempo
°max. °min.

Prefeitura Municipal de Dois Vizinhos

Banner 01 Banner 02 Banner 03 Banner 04
Publicado em

Deputado João Arruda anuncia investimentos de um milhão de reais na agricultura familiar de Dois Vizinhos

Prefeituto Raul Isotton e Deputado Federal João Arruda - Um milhão de Reais para Agricultura Familiar de Dois VizinhosDurante sua participação no programa Sete e Meia da rádio Educadora, nesta última segunda-feira (05), o Deputado Federal João Arruda (PMDB) anunciou o êxito de suas articulações junto ao Governo Federal para a inclusão de Dois Vizinhos em programa do Ministério da Agricultura em parceria com o Reino Unido e com recursos administrados pelo do BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento, proporcionando R$ 1.000.000,00 em investimentos na agricultura familiar do município. Dois Vizinhos foi selecionado por ser considerado município modelo na área de agricultura familiar, principalmente pela baixa emissão de carbono nas atividades agrícolas. O programa determina investimentos em serviços ambientais em propriedades, que servirão de modelo de gestão a nível internacional. Investimentos em acompanhamento técnico, dias de campo, planos de gestão de propriedades, treinamentos para técnicos da EMATER, entre outras ações, também serão desenvolvidas. Segundo o deputado João Arruda, por ser um recurso diferenciado, com gestão e projetos do Governo Federal, muito provavelmente os investimentos poderão ser iniciados até o final do ano.

O PROGRAMA

O Ministério da Agricultura está incentivando a produção agrícola com baixa emissão de carbono. No programa, estão previstos recursos financeiros e capacitação técnica para produtores rurais de sete estados brasileiros. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) será beneficiado por uma doação de US$ 39,2 milhões do Departamento de Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais (DEFRA) do Governo do Reino Unido para investir em agricultura de baixa emissão de carbono e desmatamento evitado. De acordo com o DEFRA, “este projeto faz parte do Fundo Internacional do Clima do Reino Unido”. Os recursos, assim como a execução da cooperação, serão administrados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O projeto vai oferecer apoio financeiro não reembolsável a pequenos e médios produtores rurais de sete estados estratégicos dos biomas Amazônia (Mato Grosso, Pará e Rondônia), e mata atlântica (Bahia, Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul), para incentivar a adoção de práticas de agricultura sustentável nestas regiões. O programa visa incentivar pequenos e médios produtores a implantarem projetos que utilizem tecnologias agropecuárias com baixas emissões de carbono e projetos de restauração através de incentivos financeiros e assistência técnica. Além dos recursos financeiros, haverá investimentos em atividades de capacitação, formação de capacidade e transferência de conhecimentos a fim de melhorar a capacidade técnica de produtores para adotar medidas orientadas ao uso sustentável da terra com baixas emissões de carbono, a ordenação florestal e a proteção ambiental.

 

Espera-se com estas ações diminuir quase 11 milhões de toneladas de emissões de carbono em regiões estratégicas, assim como reduzir a pobreza e vulnerabilidade da população rural das áreas compreendidas pelo programa. A cooperação será realizada em quatro anos e os recursos são não reembolsáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo