ACATDV PASSA A SER COOPERATIVA DE CATADORES DE DOIS VIZINHOS
terça, 19 de maio de 2020


Na última semana a ACATDV – Associação de Catadores de Dois Vizinhos teve uma importante alteração em seu estatuto e passou a ser Cooperativa de Catadores de Dois Vizinhos.

Tal mudança tem por objetivo reduzir as despesas com tributos estaduais e federais, o que acabava onerando a Associação e reduzindo os ganhos dos associados.

Atuando como cooperativa os 22 associados passam a ter pró-labore maior e divisão das sobras no final de cada exercício, já que as despesas tributarias serão reduzidas.

Hoje a cooperativa recebe o apoio da Administração Municipal, com o repasse mensal de R$18.000,00 (dezoito mil reais), para custear as despesas com manutenção do caminhão de coleta, luz, água, telefone, internet e outras.

O município também repassou em regime de comodato um terreno com barracão de 600m2, um caminhão de coleta, três prensas e uma esteira.

A cooperativa realiza a coleta mensal de 50 toneladas de lixo reciclável, que após separado e classificado é vendido.

Toda a quarta-feira, os associados participam de reunião de formação, oferecido pela Secretaria de Agricultura, Vigilância e outros órgãos da administração. Este trabalho de assessoria é realizado pelo Técnico em Agropecuária Cléverson Aléssio da Silva.

A cooperativa tem como presidente Valdomiro Peff, que coordena todas as ações dos associados e que realiza um trabalho junto aos demais catadores da cidade para que se associem.

A população duovizinhense pode contribuir com os catadores fazendo a separação correta do lixo, orgânico e reciclável. O orgânico pode ser aproveitado para compostagem e adubo, enquanto o reciclável terá seu destino correto através da cooperativa.

Vidros devem ter embalagens identificadas e bem lacradas, para evitar acidentes no momento da separação. Lembre-se que o que muitos consideram como lixo é a sobrevivência de muitas famílias.

Fonte: Assessoria de Imprensa