Audiência Pública discutiu melhorias do ESTAR
sexta, 27 de setembro de 2019


Foi realizada na noite desta quinta-feira (26), audiência pública para ouvir e discutir melhorias no ESTAR – Estacionamento Regulamentado em Dois Vizinhos.

A audiência foi realizada nas dependências da Câmara com a presença de vereadores, CMUTRAN, ACEDV, Polícia Militar e munícipes que atenderam convite para tratar do assunto.

A audiência foi motivada após um episódio registrado entre um empresário e um agente de trânsito. O caso gerou polêmica e motivou ações da administração municipal e do próprio Cmutran.

O prefeito Raul Camilo Isotton determinou que fosse realizada uma auditoria por uma comissão nomeada para levantar os fatos e solicitou que a ACEDV realizasse uma pesquisa de opinião, onde a população foi ouvida sobre manter ou não o Estar em Dois Vizinhos.

Durante a audiência, o presidente da Acedv, Edilberto Minski, revelou que foram ouvidas mais de 350 pessoas, e destas 78% defendem a manutenção do ESTAR.

A pesquisa foi realizada com associados que possuem estabelecimentos comerciais nas vias onde existe o estacionamento rotativo, na própria associação onde a população se dirigiu a entidade para responder o questionário e na UTFPR por intermédio de uma empresa júnior.

Segundo Minski, há poucos dias foi realizada uma reunião na ACEDV para tratar da implantação de um binário no centro da cidade, com a divisão de vias principais, onde uma via vai e uma via vem, sempre em direções opostas.

A reunião teve a participação de apenas quatro pessoas. Na opinião do presidente da ACEDV, essa discussão é importantíssima, para acabarmos com alguns nós existentes no trânsito, por isso, tem que haver o interesse da sociedade em participar.

A diretora do CMUTRAN, Lilli Zippin Ferri, fez uma explanação sobre o que prevê a Lei de Trânsito, o Estacionamento Rotativo e o papel dos agentes.

Ela respondeu vários questionamento com base na Lei e anotou as sugestões apresentadas por alguns inscritos que fizeram uso da tribuna. Segundo ela, os apontamentos serão avaliados pelo órgão, em busca de um trânsito mais humanizado para Dois Vizinhos.