COORDENADORA DA VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DA SAÚDE FALA SOBRE O COVID-19 EM DOIS VIZINHOS
quinta, 20 de janeiro de 2022

É o assunto mais preocupante no momento


Os casos de infecção por Covid-19 no Município vem aumentando significativamente, ampliando a procura por consultas e exames junto aos Postos de Saúde e Pronto Atendimento.

A Enfermeira Grasieli Pedrussi, Grasi, Coordenadora da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, em entrevista à Assessoria de Comunicação e Marketing, em 19 de janeiro, quarta-feira, trouxe os seguintes esclarecimentos:

  1. O boletim das 14h de quarta-feira, 19 de janeiro, registrou: 220 casos positivos em 24 horas, totalizando 8.278 casos positivos desde o início da pandemia; destes, 7.339 curados; 839 pessoas cumprindo isolamento domiciliar e 03 (três) em isolamento hospitalar.

 

  1. Pedimos às pessoas positivadas, e aos que com elas tiveram contato, para que cumpram o isolamento e as medidas sanitárias recomendadas no ato de atendimento, pois o isolamento é crucial para quebrar a cadeia de transmissão dos casos ativos da  Covid-19.

 

  1. O diagnóstico de Covid-19 e de Influenza sazonal H3N2 só é feito através do teste, pois os sintomas são muito parecidos, como a diarreia, problemas respiratórios e dor no corpo. Daí porque a pessoa deve ir a qualquer dos Postos de Saúde do Município para fazer exames, ficando o Pronto Atendimento (UPA) para os casos graves ou fora de horário.

 

  1. Os testes referidos são o RT-PCR, que é enviado para o Lacem-PR em Curitiba, e temos o teste rápido de antígeno, para os quais é feita uma coleta de secreção nasofaringe, ou seja, de dentro do nariz do paciente. O que diferencia estes dois testes é a metodologia da execução no diagnóstico, pois para o exame do RT-PCR, no Lacem-PR, são mandados todos aqueles referentes aos internados e às gestantes, porque este exame pesquisa todo o painel viral, ou seja, se tem um rinovírus, H3N2 junto com Covid-19, ou se tem só H3N2 ou vírus sequencial respiratório, ou seja, pesquisa uma gama de vírus.

 

  1. Já o Laboratório IBMC, parceiro do Lacem-PR, processa o ambulatorial, ou seja, examina e pesquisa a existência ou não do vírus da Covid-19 por biologia molecular, no material coletado da pessoa que comparece para um exame no Posto de Saúde ou no Pronto Atendimento. ´

 

  1. Por sua vez o teste rápido ou de antígeno coleta a secreção nasal, como é feito para os demais exames, porém o resultado sai em até 15 ou 20 minutos na unidade de saúde, e tem uma efetividade de 95 a 97%. É feito por imunocromatografia, onde um reagente, de forma rápida, identifica o vírus e doenças infecciosas.

 

  1. Feito o teste rápido ou de antígeno, com resultado negativo, se o Médico não tem certeza do diagnóstico, ele poderá mandar que o paciente realize novo exame de antígeno em 24 ou 48 horas, sem precisar de isolamento desnecessário e envio do material coletado para exame de RT-PCR em Curitiba, cujo diagnóstico é demorado e  angustiante.

 

  1. Antes o resultado dos exames de RT-PCR em Curitiba demoravam de 3 a 4 dias; hoje, pela demanda de exames, há pacientes saindo do isolamento de 10 dias e o diagnóstico ainda não chegou.

 

  1. O Município comprou esse material para teste rápido ou de antígeno, que vamos continuar fazendo em pacientes que não são crianças, gestantes ou internados, descartando com dois exames e sem necessidade de isolamento, e quando não tiver mais desses testes, voltaremos aos exames de laboratório em Curitiba.

 

  1. Na estrutura da Saúde de Dois Vizinhos temos os 11 postos de saúde, com médicos, enfermeiros e testes disponíveis, o pronto atendimento (UPA), o Hospital Pró-Vida para internação ou casos  ventilatórios mais graves, temos as referências hospitalares de fora, que no momento não estamos precisando.

 

  1. A população deve comparecer ao Pronto Atendimento para tomar a Vacina contra a Influenza (H3N2), pois há vacinas suficientes, mas o comparecimento, desde o ano passado, tem sido pequeno.

   

Fonte: Assessoria de Comunicação Social e Marketing