Caso de Dengue
Caso de Dengue

O primeiro caso de Dengue Tipo 2 foi confirmado nesta segunda-feira, 09, pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica em Dois Vizinhos.

Dados da Secretaria apontam que até a data de hoje, dia 09 de março foram confirmados 1 caso de predominância do tipo 2, 22 casos notificados, 17 negativos e 4 casos aguardando resultados finais.

Em relação às áreas, o caso confirmado foi registrado no Bairro Jardim Marcante, com atenção redobrada aos bairros próximos, Margarida Galvan e Jardim da Colina. Reforçando que todo o município de Dois Vizinhos entrou em sinal de alerta e os munícipes deverão adotar as medidas de prevenção em suas casas para evitar a proliferação do mosquito e novas vítimas.

As medidas de combate ao Aedes Aegypti devem ser reforçadas neste momento, e todos precisam vistoriar suas casas para eliminar os recipientes que possam acumular água parada e servir como criadouro do mosquito.

O ciclo de reprodução do mosquito, do ovo à forma adulta, pode levar de 5 a 10 dias, é preciso estar atento. Um balde esquecido no quintal ou um pratinho de planta na varanda do apartamento, após uma chuva, podem facilmente se tornar um foco do mosquito e afetar toda a vizinhança. É importante verificar se a caixa d’água está vedada, a calha totalmente limpa, pneus sem água e em lugares cobertos, garrafas e baldes vazios e com a boca virada para baixo, entre outras pequenas ações que podem evitar a proliferação.

Fique Atento - Dentre os mais comuns sintomas estão o surgimento súbito de febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, perda de apetite, manchas e erupções na pele (principalmente na região do tórax e membros superiores), náuseas e vômitos, tontura, moleza e cansaço extremo.

As complicações ocorrem geralmente, quando a pessoa é exposta a um segundo sorotipo do vírus, e qualquer reinfecção por dengue pode acarretar um quadro mais grave.

A maior parte dos focos do mosquito estão localizados nos domicílios, e as medidas preventivas envolvem a cooperação de todos. Não esqueça, a dengue mata! E prevenir é a melhor forma de evitar.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Visitas: 1850
 
Facebook Twitter WhatsApp
Logo
Pesquisa-satisfacao