MELIPONICULTURA: A CRIAÇÃO DE ABELHAS NATIVAS SEM FERRÃO
terça, 02 de agosto de 2022

Em Dois Vizinhos à mais de 150 meliponicultores, sendo esta, uma atividade em expansão em todas as regiões brasileiras.


CLIQUE AQUI E CONFIRA A MATÉRIA EM VÍDEO

Muito antes de chegarem as espécies estrangeiras, as abelhas sem ferrão já povoavam as florestas brasileiras, aliás a maior diversidade do planeta desses pequenos insetos está no Brasil. Tão pequenas, inofensivas e muito valiosas, esses insetos se tornaram a paixão de muitos criadores, que são denominados como meliponicultores, já que estas abelhas pertencem ao grupo dos meliponíneos, formado por mais de 300 espécies somente no brasil.

Conforme a Secretaria de Agricultura, em Dois Vizinhos à mais de 150 meliponicultores, sendo esta, uma atividade em expansão em todas as regiões brasileiras. Dóceis e na sua maioria de fácil manejo, cada vez mais produtores se interessam pela meliponicultora, e para saber mais sobre este assunto, fomos ao encontro de um desses produtores duovizinhenses, que a mais de 17 anos dedica seu amor as abelhas sem ferrão.

Uma história que uniu toda a família e que hoje conta com aproximadamente 15 espécies, o qual reúne todas elas em uma pequena propriedade na área urbana da cidade. Estamos falando sobre o Meliponicultor Sedenir de Cezare.

A Administração Municipal através da Secretaria de Agricultura incentiva cada produtor, seja ele da área urbana ou rural, e disponibiliza os técnicos para o auxilio nas dúvidas e trazendo também cursos, palestra, workshop e seminários aos produtores, como foi já realizando em dezembro de 2021, onde Dois Vizinhos foi palco do 1º Workshop Sul-Brasileiro de Meliponicultura, e agora será novamente realizado em outubro dias 20 e 21 no Campus Universitário da UNISEP, o XVI Seminário Estadual de Meliponicultura.

Um evento gratuito de caráter técnico-científico destinado a meliponicultores, acadêmicos, profissionais que tem relação com a área e público em geral.

Uma parceria com a Câmara Técnica de Meliponicultura do Estado do Paraná, Centro Universitário UNISEP Campus de Dois Vizinhos, em parceria com o curso de Pós-graduação em Ciência de Alimentos da Universidade Estadual de Londrina, IDR-Paraná (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná), SEAB (Secretaria da Agricultura e do Abastecimento) e da Administração Municipal através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, Meio Ambiente e Recursos Hídricos do município de Dois Vizinhos.

Uma oportunidade profissional que evitará também na extinção desses animais, pois muitas dessas espécies sem a existência dos meliponicultores provavelmente já estariam extintas.  

Fonte: Assessoria de Comunicação Social